Vinho, um "novo" prazer (do) brasileiro


O brasileiro começou a melhorar seu paladar, obter mais interesse sobre essa bebida, isto é, incluir o vinho fino nas opções de bebida, ampliando suas opções que usualmente era a caipirinha e a cerveja. Com isso, passou a ser mais exigente, se preocupando também com a qualidade. Como consequência, os estabelecimentos tiveram que se adequar, ou seja, oferecer cartas de vinhos com opções variadas. supermercados aumentarem a oferta de rótulos, desencadeando a necessidade de novos fornecedores e representantes. Logo, a necessidade de desenvolver um mercado que pudesse atender essa nova demanda vinícola nacional. Novos importadores, crescimento tecnológico dos produtores nacionais, vislumbrando a melhoria na qualidade do vinho nacional, novos acessórios que auxiliam na armazenagem e degustação de vinhos. Ou seja, um mercado em ampla expansão de consumo, que se encontra engatinhando, comparado ao mercado mundial, mas que já encontra um consumidor com novo perfil, ou seja, armazena vinhos e espumantes em casa, aumentando o seu leque de opções.

Destaque
Tags

© Senhor dos Vinhos. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Instagram Social Icon
  • Twitter B&W
  • Facebook B&W